Document
PATROCINADORES

PGR reabre investigações sobre propinas da OAS para Maia

A Procuradoria-Geral da República (PGR) reabriu investigações contra o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que teria recebido pagamentos da construtora OAS no que parece ser um caso de propina. A autorização para o Ministério Público Federal (MPF) atuar partiu do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Maia era alvo de dois inquéritos da PGR, que podem ser unificados. Um se baseia em informações obtidas a partir de trocas de mensagens entre o deputado e o ex-presidente da empreiteira, Leo Pinheiro. Maia teria beneficiado a empresa com a aprovação de uma medida provisória.

O outro processo foi iniciado após delações de antigos funcionários da OAS que cuidavam do pagamento de propinas a políticos que atuavam em favor da empresa. O caso estava arquivado desde o mandato da ex-procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e será reaberto, ficando sob a supervisão do atual PGR, Augusto Aras.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.