PATROCINADORES

PGR pede ao STF abertura de inquérito para apurar se Bolsonaro prevaricou no caso Covaxin

A Procuradoria-Geral da República pediu nesta sexta-feira (2) ao STF a abertura um inquérito (leia a íntegra aqui) sobre a conduta do presidente Jair Bolsonaro no caso do acordo de compra da Covaxin. Se receber o aval da Corte, a PGR pretende apurar se houve prevaricação por parte de Bolsonaro ao ser avisado de supostas irregularidades no processo e não ter tomado providências legais. O fato foi relatado pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) e o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda em um encontro com o presidente no Palácio do Planalto. O contrato para a aquisição do imunizante só foi interrompido pelo Ministério da Saúde após as revelações. A manifestação da procuradoria foi assinada pelo vice-PGR, Humberto Jacques de Medeiros, e ocorre após a ministra Rosa Weber ter rejeitado o pedido do PGR, Augusto Aras, para aguardar a conclusão da CPI da Pandemia no Senado antes de tomar uma posição sobre a instauração de uma investigação contra Bolsonaro.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.