PATROCINADORES

Pfizer quer autorização para uso emergencial de sua vacina

A farmacêutica americana Pfizer anunciou nesta quarta-feira (18) que a sua vacina contra o novo coronavírus, desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech, se mostrou segura e 95% eficaz, conforme a conclusão da fase 3 dos ensaios clínicos. Assim, a empresa pretende solicitar nos próximos dias uma autorização regulatória emergencial dos Estados Unidos para uma imunização ampla. A Pfizer destacou que a vacina, testada em cerca de 44 mil voluntários, protegeu pessoas de todas as idades e etnias, sem registro de reações mais graves.

A avaliação da farmacêutica é que até 50 milhões de doses estejam disponíveis até o final de 2020. A expectativa é que sejam produzidas 1,3 bilhão de doses em 2021. “Os resultados do estudo marcam um passo importante nessa jornada histórica de oito meses para apresentar uma vacina capaz de ajudar a acabar com essa pandemia devastadora”, disse em comunicado Albert Bourla, presidente-executivo da companhia.

Os dados ainda não foram publicados em periódicos científicos, passando pelo crivo de uma banca técnica.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 6 =

Pergunte para a

Mônica.