PATROCINADORES

PF vê “aumento significativo” das ameaças cibernéticas

A Polícia Federal (PF) relatou nesta quarta-feira (8) um “aumento significativo” de ameaças cibernéticas desde o início da pandemia do novo coronavírus. Os criminosos têm utilizado campanhas falsas para obter dados bancários e informações pessoais para a prática de crimes. Uma das fraudes identificadas trata do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais, autônomos e MEIs. A PF orienta que a população não forneça dados sensíveis em abordagens suspeitas por telefone, e-mail ou aplicativos, procurando os canais oficiais do governo e dos bancos em caso de dúvidas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 4 =

Pergunte para a

Mônica.