PATROCINADORES

PF paralisa investigações que usam dados do Coaf

A Polícia Federal determinou na quinta-feira (19) a paralisação de todas as investigações em andamento baseadas em dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), da Receita Federal e do Banco Central sem autorização prévia da Justiça. A medida foi tomada após decisão monocrática do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que mandou suspender inquéritos e ações penais que tiveram dados bancários e fiscais compartilhados sem aval judicial.

Por que é importante

A PF tomou a medida por prevenção, para evitar que as investigações se tornassem nulas no futuro

Quem ganha

A decisão de Toffoli beneficiou o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), alvo de uma apuração do Ministério Público do Rio de Janeiro. Além disso, a lisura dos processos, pois quebras de sigilo precisam ser autorizadas pela Justiça

Quem perde

O combate à corrupção, já que as investigações podem ficar comprometidas. Também perdem os investigadores afoitos, que podem botar a perder um processo ao ignorar a regra básica do Judiciário

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − um =

Pergunte para a

Mônica.