PATROCINADORES

PF instaura inquérito para apurar suspeitas no MEC

Procedimento é resultado de investigação interna da CGU que identificou possíveis fraudes na distribuição de recursos do FNDE, com intermediação de pastores

A Polícia Federal (PF) instaurou inquérito nesta sexta-feira (25) para apurar irregularidades no repasse de verbas do Ministério da Educação. A decisão atende o pedido da Controladoria Geral da União (CGU), que enviou à PF o resultado de uma investigação interna. A apuração apontou supostas fraudes na distribuição de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Na quinta-feira (24), o Supremo Tribunal Federal (STF) também determinou a abertura de inquérito contra o ministro da Educação, Milton Ribeiro. Ele afirma em áudios vazados que recebeu um pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL) para que a liberação de verbas da pasta seja direcionada para prefeituras específicas a partir da negociação feita por dois pastores evangélicos que não possuem cargos no governo federal. Em sua live, Bolsonaro disse que “bota a cara no fogo por Milton”.

O que MONEY REPORT publicou

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.