Document
PATROCINADORES

PF diz que Wagner recebeu R$ 82 milhões em propina e caixa dois

A Operação Cartão Vermelho – que investiga irregularidades nas obras da Arena Fonte Nova – mira o ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT). Relatório apresentado pela Polícia Federal indica que Wagner teria se beneficiado do esquema de superfaturamento do contrato de reconstrução e gestão do estádio – que recebeu jogos da Copa do Mundo de 2014. O ex-governador teria recebido R$ 82 milhões das empreiteiras OAS e Odebrecht em propina e recursos via caixa dois para campanhas eleitorais.

Por que é importante

A PF cumpriu mandado de busca e apreensão nesta segunda-feira (26) na casa do petista, que também foi ministro no governo Dilma

Quem ganha

A apuração contra a farra de dinheiro público em obras da Copa de 2014

Quem perde

Jaques Wagner. O PT classificou a operação como "campanha de perseguição contra suas principais lideranças"

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.