PATROCINADORES

PF descobre ligações entre Temer e amigo dias antes de operação

O presidente Temer e o coronel aposentado João Baptista Lima Filho teriam conversado pelo menos doze vezes por telefone entre 20 de abril e 13 de maio de 2017, informou o jornal O Globo. As ligações – que constam em um relatório da Polícia Federal – ocorreram dias antes da deflagração da Operação Patmos, em 18 de maio do ano passado. Na ocasião, os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na casa do coronel aposentado e no escritório de sua empresa (Argeplan).

Por que é importante

João Baptista Lima Filho é amigo de Temer e apontado na delação de empresários da J&F como intermediário de propina ao presidente

Quem ganha

A PF. Os registro encontrados no celular do coronel aposentado podem reforçar a apresentação de uma nova denúncia contra Temer

Quem perde

O presidente. Novamente sendo obrigado a dar explicações

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dois =

Pergunte para a

Mônica.