PATROCINADORES

Oposição promete obstruir comissão sobre privatização da Eletrobras

A comissão especial que irá analisar o projeto de privatização da Eletrobras começa suas atividades nesta terça-feira (13) e deve enfrentar forte oposição de parte da bancada do Congresso. “Vamos recorrer a todos os meios possíveis para impedir essa ilegalidade, que é um crime contra o país”, diz Érika Kokai (PT-DF), deputada coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Elétrico, em entrevista a MONEY REPORT. “Se possível, vamos recorrer ao Judiciário.” Segundo ela, “nada justifica” a privatização da Eletrobras.

O relator da comissão, deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), afirma que “vai ouvir todos os lados” do debate em torno da privatização da estatal. “Não vou fazer um relatório que seja apenas meu”, diz. “Quero buscar o entendimento de todos que estarão participando da comissão.” Mas ele adianta que a oposição está “equivocada” em querer barrar o processo e que a postura da esquerda “já era esperada”. “Os erros nos governos Lula e Dilma fizeram com que a empresa perdesse a representatividade.”

 

Por que é importante

Segundo Aleluia, a comissão fará "no mínimo duas" mudanças no texto do Projeto de Lei 9463/18 enviado pelo governo federal. Dois pontos serão incluídos: parte dos recursos arrecadados com a privatização será direcionada para a recuperação do rio São Francisco e, outra, para manutenção do Centro de Pesquisas em Energia Elétrica (Cepel)

Quem ganha

Se o projeto for derrubado, ganha a oposição, que historicamente faz das privatizações uma pauta negativa

Quem perde

Caso o projeto seja engavetado, perdem os acionistas da Eletrobras (as ações valorizaram 45% desde o anúncio da privatização) e a população, que deixará de se beneficiar com o ganho de eficiência que normalmente ocorre em estatais privatizadas

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 5 =

Pergunte para a

Mônica.