PATROCINADORES

Novas mensagens vazadas: Moro orientou Deltan a “ficar com 30%” da delação da Odebrecht

Novas mensagens vazadas e divulgadas pelo site The Intercept na noite de sexta-feira (14) mostram que o ex-juiz da operação Lava-Jato e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, orientou Deltan Dallagnol a “ficar com 30%” da delação da Odebrecht. No dia 15 de dezembro de 2016, às vésperas da conclusão da delação dos executivos da empreiteira, Dallagnol informou para o então juiz da operação que 30% dos casos eram de corrupção, 30% de crimes de caixa dois e 40% de uma “zona cinzenta”, que precisava de mais apuração. Em resposta, segundo o The Intercept, Moro afirmou que era “melhor ficar com os 30 por cento iniciais”. Moro declarou na sexta-feira (14) que as conversas com Dallagnol não representam “nenhum ilícito”. Segundo o atual ministro da Justiça, “temos que entender o contexto do trabalho” da força-tarefa da Lava-Jato na época que ocorreram os diálogos. 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + dezessete =

Pergunte para a

Mônica.