PATROCINADORES

No Reino Unido, Theresa May cede e renuncia ao cargo

A primeira-ministra do Reino Unido, Thereza May, anunciou, na manhã desta sexta-feira (24), que irá deixar o cargo no dia 7 de junho. A renúncia ocorre depois de sua proposta para saída do Reino Unido da União Europeia ser rejeitada três vezes pelo Parlamento britânico. No período, ela teve que enfrentar duas moções de desconfiança, uma delas dos colegas do Partido Conservador.

Por que é importante

Thereza May assumiu o cargo em 2016, após renúncia de David Cameron, que perdeu legitimidade com a vitória do brexit. Ela tinha a missão de conduzir o país para um rompimento “suave” com a União Europeia

Quem ganha

Os defensores de um “brexit firme”. O ex-prefeito de Londres, Boris Johnson, é favorito a assumir o cargo. Ele não rejeita nem a hipótese de uma saída sem acordo com a União Europeia (o que ajudou a minar sua situação no Partido Conservador)

Quem perde

Os que ainda tinham esperanças de ver o Reino Unido na União Europeia. Os fracassos em chegar a um acordo sobre a saída do bloco levaram May a propor um segundo plebiscito sobre o tema

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =

Pergunte para a

Mônica.