Document
PATROCINADORES

MPF pede pena de sete anos de prisão a Geddel

O MPF enviou à 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília as alegações finais da ação penal em que o ex-ministro Geddel Vieira Lima responde por obstruir investigações. De acordo com os procuradores, o político deve ser condenado a sete anos de prisão por ter tentado constranger Lúcio Funaro. Geddel praticou o crime ligando intensamente para Raquel Pitta, esposa de Funaro, após a prisão do operador do PMDB. As conversas tinham por objetivo manter o silêncio de Funaro para que ele não virasse um delator.

Por que é importante

O ex-ministro foi denunciado pelo crime de embaraço a investigação para evitar colaboração premiada de Lúcio Funaro

Quem ganha

O MPF. A convicção dos procuradores é baseada em depoimentos de testemunhas e investigados, bem como em laudo pericial, que aponta que, em 19 dias, Raquel Pitta recebeu ao menos 17 contatos telefônicos de Geddel, que nunca tiveram contato até a prisão de Funaro

Quem perde

Geddel. A pena requerida pelo MPF levou em consideração o fato dele ser agente público na época em que realizou o monitoramento criminoso, ocupando o cargo de ministro de Estado

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.