PATROCINADORES

Mourão: “Se tiver que ir para a guerra, levo Moro e Dallagnol”

O vice-presidente Hamilton Mourão manifestou apoio ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e ao procurador Deltan Dallagnol nesta quinta-feira (13). Em entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre, o general da reserva reiterou sua confiança em Moro, questionado após o site The Intercept Brasil publicar conversas que indicam interferência do ex-juiz nas investigações da Operação Lava-Jato. “No Exército, a gente tem uma linguagem muito clara: se eu tiver que ir para a guerra, eu levo o Sérgio Moro e o Deltan Dallagnol comigo”, afirmou. Mourão também questionou a legitimidade do veículo, dizendo que os diálogos podem ter sido editados.

Por que é importante

Com as declarações, Mourão adota a mesma postura do presidente Jair Bolsonaro, que manteve seu apoio ao ministro

Quem ganha

Moro, apoiado pelo principal integrante da ala militar do governo

Quem perde

Críticos à Lava-Jato, que ganharam munição após o vazamento

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =

Pergunte para a

Mônica.