Document
PATROCINADORES

Moro tira carteira da OAB, mas só poderá advogar a partir do final de outubro

O ex-ministro da Justiça e ex-juiz federal Sergio Moro obteve sua carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), na Seccional do Paraná. O documento é necessário para advogar, no entanto o ex-juiz da Lava-Jato precisa terminar de cumprir sua quarentena. Em 24 de outubro, quando se completarão seis meses de sua turbulenta saída do governo Jair Bolsonaro, ele poderá trabalhar. Por enquanto, apenas pode dar aulas e escrever artigos na imprensa. Para colegas de Moro, pela experiência como ex-ministro e ex-juiz, o caminho natural seria a atuação nas áreas de compliance, governança corporativa e acordos de leniência. A esposa de Moro, Rosângela, já atua como advogada e tem um escritório em Curitiba (PR).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.