PATROCINADORES

Ex-ministro teria gravado o presidente, afirma jornal

A troca de acusações entre o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e o presidente Jair Bolsonaro parece que não se esgotará tão cedo. O site do jornal Valor Econômico publicou, no final da tarde desta sexta-feira (24), logo após o pronunciamento público do chefe do Executivo, uma nota afirmando que Moro teria gravações de suas conversas com Bolsonaro.

Caso esse material contenha indícios dos eventuais crimes do presidente as quais Moro sugeriu em seu entrevista coletiva de despedida do cargo, ambos estariam em maus lençóis. Bolsonaro por ilegalidades no exercício do poder, Moro por, supostamente, gravar ilegalmente um presidente da República.

Há perguntas. Em seus 15 meses no cargo de ministro, o ex-juiz da Lava Jato gravou o presidente por quanto tempo? Quando decidiu começar? Por qual razão? Esse material vai ser apresentado?

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.