Document
PATROCINADORES

Moro pede empenho do Congresso na discussão de pacote anticrime

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, pediu nesta quarta-feira (20) ao Congresso Nacional que se debruce na discussão do Projeto de Lei Anticrime encaminhado no início de fevereiro. “É um projeto importante, é uma questão urgente. Acho que os eventos que ocorreram este ano, especialmente os ataques no Ceará, acendem uma luz amarela de que a questão da segurança pública é algo que tem que ser tratado com a devida celeridade, porque as ameaças são cada vez maiores. E o projeto caminha nessa área endurecendo o tratamento para crimes mais graves, destravando nossa legislação e criando mecanismos para melhor investigação”, disse. Moro afirmou que o pacote pode tramitar no Congresso junto com a proposta de reforma da Previdência. “Na minha avaliação, isso pode tramitar em conjunto, não haveria maiores problemas. Mas vamos conversar, estamos abertos ao diálogo. Evidentemente, as decisões relativas ao Congresso pertencem ao Congresso. O desejo do governo era de que o projeto fosse encaminhado logo às comissões, mas isso vai ser conversado respeitosamente com o deputado Rodrigo Maia (presidente da Câmara)”, completou o ministro.

Por que é importante

O pacote de Moro visa dar mais agilidade no combate à corrupção e no cumprimento de penas, aprimorar investigações e diminuir a sensação de impunidade. A discussão do projeto foi atrasada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que quer dar prioridade à tramitação da reforma da Previdência

Quem ganha

A equipe econômica, já que a proposta com mudanças no sistema de aposentadorias deve dominar a pauta do Congresso

Quem perde

O projeto anticrime de Moro, que deverá ficar em segundo plano

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.