Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Moro, Guedes e Mandetta se unem em defesa do isolamento

Moro, Guedes e Mandetta se unem em defesa do isolamento

Duas das principais estrelas do governo, os ministros da Justiça e da Economia, Sergio Moro e Paulo Guedes, passaram a defender o posicionamento do titular da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que prega o isolamento social em larga escala contra a pandemia de covid-19 -pelo menos neste momento. Eles não formam um bloco coeso no governo, mas contam com o apoio de parte dos militares, acostumados a lidar com campanhas de saúde. Mandetta, Guedes e Moro se opõem, principalmente, ao comportamento do presidente Jair Bolsonaro, que aparece em público desrespeitando as regras de confinamento, de distanciamento de mais de um metro das outras pessoas e pedindo a reabertura do comércio.

Com isso, aumenta a antipatia ao presidente de modo sensível. No domingo (31), o Senado expediu um documento defendendo as normas recomendadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o que foi endossado ao longo do dia pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e pelo ministro Gilmar Mendes, aumentando as críticas que já vinham dos governadores. O vice-presidente, Hamilton Mourão, também se mostrou a favor do posicionamento de Luiz Henrique Mandetta, que se encontra desgastado com o presidente pelo seu protagonismo.

Envie seu comentário

17 − um =