PATROCINADORES

Moro determina leilão público do triplex atribuído a Lula

O juiz federal Sérgio Moro determinou a venda, em leilão público, do triplex do Guarujá, litoral paulista, que, segundo o MPF pertenceria ao ex-presidente Lula. A decisão foi tomada após o imóvel ter sido penhorado a pedido da 2ª Vara de Execução de Títulos Extrajudiciais da Justiça Distrital de Brasília, em processo da empresa Macife contra a OAS. Na decisão anunciada por Moro na noite desta segunda-feira (29), o juiz argumenta que “o imóvel foi inadvertidamente penhorado, pois o que é produto de crime está sujeito a sequestro e confisco e não à penhora por credor cível ou a concurso de credores”.

 

Por que é importante

O MPF acusou Lula de ter recebido R$ 2,2 milhões de propina da empreiteira OAS. A vantagem teria sido paga na forma de reserva e reforma do triplex. A origem do dinheiro seria uma conta de propina destinada ao PT em troca do favorecimento da empresa em contratos na Petrobras

Quem ganha

A Petrobras. O juiz determinou que os valores a serem obtidos com o leilão do triplex sejam revertidos à estatal

Quem perde

Lula. Que foi condenado no caso envolvendo o imóvel

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + dois =

Pergunte para a

Mônica.