Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

1 comentário

“Meu voto é de consciência, não é vendido”, diz Tabata Amaral

“Meu voto é de consciência, não é vendido”, diz Tabata Amaral

Deputada pelo PDT-SP, Tabata Amaral foi contra a orientação do partido e votou a favor do texto-base da reforma da Previdência, aprovado pela Câmara nesta quarta-feira (10). Ameaçada de expulsão, a congressista disse que o voto não foi motivado pela liberação de emendas por parte do governo.

“Meu voto é um voto de consciência, não é um voto vendido, não é por dinheiro de emendas. É um voto seguindo minhas convicções e tudo que estudei até aqui. Ao tomar essa decisão olho para o futuro do país e não para o próximo processo eleitoral”, afirmou.

Confira a declaração completa:

Por que é importante
Além de Tabata, outros sete deputados do PDT votaram a favor da reforma. O PSB também teve dissidentes, com oito parlamentares aprovando a proposta
Quem ganha
Eleitores que buscam uma opção moderada no campo da esquerda
Quem perde
A esquerda, que viu o texto-base passar por 379 votos a 131

Comentários

  1. Raposa Pereira

    Pôde não ser expulso do partido, mas ninguém será esquecido nas próximas eleições.
    Redes sociais não tem memória CURTA.
    Bolsonaro e um ser asqueroso junto com Paulo Guedes, tem duas palavras.
    Mas Deus VAI dar a cada um seu galardão é assim será.

Envie seu comentário

16 + vinte =