Document
PATROCINADORES

Mendes nega pedido para suspender votação da reforma na CCJ

O ministro Gilmar Mendes, do STF, rejeitou o pedido do deputado federal Aliel Machado (PSB-PR) para suspender a votação da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, prevista para esta terça-feira (23). O deputado alegava que os parlamentares deveriam ter acesso aos dados sobre os impactos financeiros da reforma e os cálculos feitos pela equipe econômica. Mendes argumentou que não há motivos para interferência do Judiciário nos trabalhos da comissão, que analisa a constitucionalidade da proposta.

Por que é importante

Uma possível liminar poderia atrasar ainda mais a tramitação da reforma da Previdência na Câmara

Quem ganha

A equipe econômica, já que a tendência é que a proposta seja aprovada hoje na CCJ

Quem perde

O deputado e a oposição, que manobram para travar o andamento do projeto

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.