PATROCINADORES

Maia suspende por um ano funções de 12 deputados do PSL

Atendendo a um pedido da presidência do PSL, o presidente da Câmara (4), Rodrigo Maia (DEM-RJ), determinou nesta quarta-feira (12) a suspensão por um ano das funções parlamentares de 12 deputados da partido alinhados ao presidente Jair Bolsonaro. Eles mantêm o mandato, mas não poderão, por exemplo, ocupar cargos de liderança ou vice-liderança para representar a sigla na Casa. Além disso, os parlamentares perdem as prerrogativas junto à bancada e ao partido e também os cargos que estejam exercendo em decorrência da representação e da proporcionalidade partidária. Foram punidos Aline Sleutjes (PR), Bibo Nunes (RS), Carlos Jordy (RJ), Caroline de Toni (SC), Daniel Silveira (RJ), General Girão (RN), Filipe Barros (PR), Cabo Junio do Amaral (MG), Hélio Lopes (RJ), Márcio Labre (RJ), Sanderson (RS) e Vitor Hugo (GO). As sanções contra os deputados Alê Silva (MG), Bia Kicis (DF), Carla Zambelli (SP), Chris Tonietto (RJ) e Eduardo Bolsonaro (SP) não serão aplicadas devido a uma decisão liminar da Justiça.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.