PATROCINADORES

Maia diz que governo precisa de 80 votos para votar Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou que vai procurar governadores de estado para convencê-los a apoiar a reforma da Previdência. Maia admitiu que o governo precisa ainda de 70 a 80 votos para que a proposta seja colocada em votação com chances de ser aprovada. Ele disse acreditar na possibilidade de a pauta avançar, mas reconheceu a necessidade de recomposição da base do governo, reduzida em razão das votações das denúncias contra o presidente Michel Temer e pelo fato de 2018 ser um ano eleitoral.

Por que é importante

Em dezembro, ao constatar que ainda não tinha os 308 votos necessários para aprovação da proposta, o governo decidiu adiar para fevereiro a votação e o presidente da Câmara definiu cronograma que começa com a discussão da proposta em Plenário, a partir de 5 de fevereiro, e votação em primeiro turno em 19 de fevereiro

Quem ganha

O apoio - e pressão - dos governadores pode ser fundamental para o governo destravar a discussão da reforma da Previdência

Quem perde

Maia ressaltou a importância de engajar os governadores em torno da reforma. Ele lembrou que no ano passado cinco estados não pagaram o 13º salário do funcionalismo público

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =

Pergunte para a

Mônica.