PATROCINADORES

Maia diz que faltou “perna política” para pautar impeachment de Bolsonaro

Rodrigo Maia (DEM-RJ) deixou a presidência da Câmara no início do mês com dezenas de pedidos de impeachment do presidente Jair Bolsonaro engavetados. Em entrevista ao UOL, Maia disse que faltou “perna política” para dar andamento a um processo que poderia levar ao afastamento de Bolsonaro. Na avalição do deputado, a vitória de Arthur Lira (PP-AL) para o comando da Casa mostrou a força do governo e provou que o impeachment do presidente não tinha chance de passar. “O impeachment ia gerar uma polarização, que é tudo o que o Bolsonaro precisa e tenta fazer todos os dias. Eu ia tirar da pauta a pandemia e ia colocar na pauta o impeachment que ele iria sair vitorioso nesse primeiro momento”, afirmou. A pressão contra Rodrigo Maia, enquanto esteve no cargo, cresceu principalmente em razão de questionamentos da conduta do governo no enfrentamento à pandemia. O parlamentar se mostrou favorável à instalação de uma CPI para apurar a atuação da gestão Bolsonaro na crise sanitária. “Acho que a CPI que o Senado e senadores já conseguiram assinaturas deveria ser a prioridade de todos nós políticos. Compreender em que condições o governo vem se omitindo, principalmente na área da saúde”, reforçou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 20 =

Pergunte para a

Mônica.