PATROCINADORES

Maia critica intenção de Bolsonaro de vetar fundo eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar nesta quinta-feira (19) que pode vetar o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões aprovado pelo Congresso para as eleições municipais de 2020. A intenção de Bolsonaro de barrar a iniciativa foi criticada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que afirmou que o valor que será destinado aos partidos no ano que vem para as campanhas foi proposto pelo próprio governo, na elaboração do Orçamento. Maia disse que a sinalização do presidente gera insegurança na relação com o Legislativo. Ele acrescentou que a Câmara pode colocar em discussão projetos que desgastariam o Palácio do Planalto.

“O que parece é que ele está olhando uma parte da sociedade que tem críticas ao fundo eleitoral. Agora, imagina se o Parlamento começa a falar para uma parte da sociedade: vamos fazer uma política de salário mínimo, com 5% de aumento real, vamos ser aplaudidos por grande parte, mas vamos obrigar o presidente a vetar porque não tem amparo no Orçamento público”, declarou Maia.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.