Document
PATROCINADORES

Lewandowski deixa Renan consultar mensagens hackeadas da Vaza-Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandoski, autorizou os advogados de defesa do senador Renan Calheiros a consultar o conteúdo das mensagens dos membros da Operação Lava-Jato, cujo hackeamento foi divulgado dois anos atrás. O senador terá acesso apenas às mensagens que fazem menção ao seu nome, citado em acordos de delação premiada firmados pela Justiça.

Renan é o segundo acusado a ter acesso à chamada Vaza-Jato. Antes dele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva obteve autorização do STF para acessar as conversas dos membros da Lava-Jato em dezembro de 2020.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.