Document
PATROCINADORES

Justiça rejeita delação de Eike Batista

A Procuradoria Geral da República (PGR) rejeitou fazer acordo de delação premiada com o Eike Batista. O empresário buscou acordo, mas as provas das denúncias apresentadas por ele foram consideradas insuficientes.

Por que é importante

Eike foi preso em janeiro do ano passado na Operação Eficiência, acusado de lavar US$ 16,5 milhões em propinas ao ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho

Quem ganha

Cabral e Lula, alvos da delação de Eike

Quem perde

Eike, que hoje cumpre recolhimento domiciliar noturno

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.