Document
PATROCINADORES

Justiça condena Corinthians e Odebrecht a devolver R$ 400 milhões

A 3ª Vara Federal de Porto Alegre (RS) condenou o Corinthians, a construtora Odebrecht, a Arena Itaquera e um ex-presidente da Caixa a devolver R$ 400 milhões aos cofres públicos. “Um repasse milionário de dinheiro público, captado por uma empresa privada especialmente criada para este fim e com capital social no valor de R$ 1 mil, embasado em garantias incertas e que beneficiou, além de um time de futebol, uma construtora contratada sem licitação”, sintetizou a juíza federal Maria Isabel Pezzi Klein na decisão publicada em 5 de fevereiro. O negócio realizado entre a Caixa e a SPE Arena Itaquera S/A possibilitou o empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES para a construção da Arena Itaquera, estádio do Corinthians. Sobre as garantias oferecidas e aceitas pela Caixa, a juíza considerou que consistiam, em grande parte, de expectativas, que dependiam do êxito da exploração comercial do estádio. As projeções de faturamento, entretanto, não se concretizaram. Dos R$ 400 milhões emprestados, pouco mais de R$ 14 milhões teriam sido amortizados em quatro anos.

Por que é importante

A ação popular foi ajuizada em 2013 por um advogado gaúcho que questionava a legalidade do financiamento e pleiteava a sua nulidade

Quem ganha

A Caixa, que deverá ser ressarcida pelo prejuízo

Quem perde

A magistrada concluiu que a transferência de recursos foi ofensiva aos princípios, valores e regras elementares do Direito Público, causando prejuízos decorrentes do mau uso de recursos públicos federais

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.