Document
PATROCINADORES

Jobim: “Construção do país vai ser inviabilizada com retaliação ao passado”

Ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim defendeu nesta terça-feira (26) a proposta de reforma da Previdência apresentada pelo governo Bolsonaro. Na sua opinião, o projeto é “correto” do ponto de vista técnico, mas encontra obstáculos políticos. Para Jobim, o consenso em relação à reforma deve ser construído levando em conta os quadros atuais da política brasileira, indo na contramão dos que defendem varrer os políticos tradicionais do mapa. “A construção do país vai ser inviabilizada com retaliação ao passado”, afirmou durante evento do banco BTG Pactual, em São Paulo. “O consenso tem que ser formado com humildade, não com ódio”, completou. Outro ex-integrante da Corte que participou do debate, Carlos Ayres Britto vê certa pressa na discussão em torno do projeto. “É importante demais para ser acelerado”, disse. “É preciso entender que Previdência é um direito social e fundamental. Não se abre mão disso facilmente.”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.