PATROCINADORES

Janela partidária beneficia siglas mais fortes, diz cientista político

A abertura da janela partidária nesta quinta-feira (8) começa a definir os rumos das eleições deste ano. Deputados federais e estaduais que desejam se candidatar poderão mudar de partido até à meia-noite de 6 de abril sem correr risco de perder o mandato. Para o cientista político Cláudio Couto, professor do Departamento de Gestão Pública da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), a dança das cadeiras muito perto do processo eleitoral “coloca mais um ingrediente numa disputa já incerta”. Apesar disso, Couto acredita que não devem ser registradas mudanças surpreendentes. “De certa forma, essas trocas já estão precificadas. Todo mundo já sabe quem vai mudar para onde. É raro haver mudanças radicais, fica todo mundo na vizinhança”, observou. Segundo o cientista político, a janela fortalece as siglas mais estabelecidas. “Quem deve se beneficiar são os partidos mais robustos, que possuem mais verbas para financiar campanhas, mais tempo na TV, mais prefeitos. Partidos que contam com uma rede de apoio ampla. Essa estrutura consolidada faz a diferença”, completou Cláudio Couto.

Por que é importante

A Reforma Eleitoral aprovada em 2015 permitiu aos detentores de mandato eletivo em cargos proporcionais a possibilidade de trocar de legenda nos 30 dias anteriores ao último dia do prazo para a filiação partidária, que ocorre seis meses antes do pleito. A troca partidária não muda a distribuição do Fundo Partidário

Quem ganha

O PSL. A filiação do deputado federal Jair Bolsonaro deve atrair outros parlamentares e elevar a bancada do partido no Congresso

Quem perde

A Rede. A saída de dois deputados deixa a sigla de Marina Silva com apenas quatro congressistas. Pelas regras do TSE, a presidenciável poderá ficar de fora dos debates na TV

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − dez =

Pergunte para a

Mônica.