PATROCINADORES

Irã assume culpa por queda de avião que deixou 176 mortos

O Irã admitiu neste sábado (11) que derrubou “por engano” o Boeing 737-800 NG, da Ukraine International Airlines, que decolou do aeroporto de Teerã e tinha como destino Kiev, capital da Ucrânia. Todas as 176 pessoas que estavam a bordo da aeronave morreram. O desastre foi registrado na mesma noite em que o país atacou bases dos Estados Unidos no Iraque. Em comunicado lido na TV estatal, as autoridades iranianas assumiram que o avião foi abatido por um míssil lançado devido a um “erro humano” de seus militares. No Twitter, o presidente Hassan Rouhani lamentou o “erro desastroso” e afirmou que os responsáveis serão punidos. O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, também se manifestou sobre o caso. “A Ucrânia insiste na admissão total de culpa. Esperamos que o Irã leve os responsáveis ​​à justiça, devolva os corpos, pague uma indenização e faça um pedido oficial de desculpas. A investigação deve estar completa, aberta e continuar sem atrasos ou obstáculos”, afirmou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 3 =

Pergunte para a

Mônica.