PATROCINADORES

Inquérito contra Jucá prescreve após 14 anos no STF

O presidente do MDB e líder do governo no Senado, Romero Jucá (RR), está livre de pelo menos um dos processos contra ele no STF. O inquérito prescreveu após catorze anos em tramitação na Suprema Corte. De acordo com o jornal O Globo, a decisão de arquivar foi tomada pelo relator, ministro Marco Aurélio Mello, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Jucá era investigado desde 2001 por supostos desvios de verbas federais para um município de seu estado. O caso foi denunciado em 2002 e o senador poderia ser punido até 16 anos depois dos supostos crimes. Ou seja, o prazo terminou em 2017.

Por que é importante

O caso envolvendo Romero Jucá começou a ser apurado na Justiça Federal de Roraima, mas, como o senador ganhou foro privilegiado, o processo chegou ao STF em 2004

Quem ganha

Políticos blindados pelo foro

Quem perde

O STF, que reforça a imagem de lento, e o senso de justiça que a população espera

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 7 =

Pergunte para a

Mônica.