Document
PATROCINADORES

iFood teve nomes trocados por mensagens de apoio a Bolsonaro

Quem foi encerrar o Feriado de Finados com um pedido de comida pode ter se deparado com uma surpresa. No lugar dos nomes de restaurantes cadastrados constavam mensagens de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, ataques a Lula, contra a vereadora assassinada Marielle Franco e às vacinas. Em notas, o aplicativo informou que as mudanças foram revertidas e que não houve risco ao sigilo de dados dos cliente ou entregadores, como números de cartões e senhas. O iFood chegou a ficar fora do ar.

A empresa também afirmou que as mudanças indevidas atingiram 6% dos estabelecimentos cadastrados e foram praticadas por um funcionário de uma prestadora de serviços cuja função era ajustar informações cadastrais dos restaurantes. O episódio fez a empresa constar entre os assuntos mais comentados no Twitter. Entre as mensagens, “Lula Ladrão”, “Marielle Franco Peneira”, “Bolsonaro 2022” e “Vacina Mata”.

Não é a primeira vez que este tipo de ataque ocorre. Em julho, as ex-deputadas federais Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e o líder do MTST, Guilherme Boulos, tiveram seus cadastros no SUS adulterados. 


Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.