Document
PATROCINADORES

Ibope SP: Covas lidera (32%); Boulos (13%), Russomanno (12%) e França (10%) tentam chegar ao 2º turno

A pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (9) mostra a evolução das intenções de voto à Prefeitura de São Paulo. O líder é o atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), com 32%. Em segundo vem Guilherme Boulos (PSOL), com 13%, seguido de Celso Russomanno (Republicanos), com 12%, e Márcio França, (PSB), com 10%. Como a variação estatística considera três pontos percentuais para cima ou para baixo, os três adversários mais p próximos de Covas estão tecnicamente empatados na disputa ao segundo turno. O dado mais curioso é a perda de força de Russomanno, já que Boulos subiu para a segunda colocação nas intenções sem ter atraído mais eleitores. O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Alguns dos candidatos já participaram da Série Eleições 2020, de MONEY REPORT (confira nos links). Com o andamento da campanha, houve redução de votos brancos, nulos e indecisos.

A corrida dos candidatos:

  • Bruno Covas (PSDB): de 22%, em 15/10, para 32%;
  • Guilherme Boulos (PSOL): de 10%, em 15/10, para 13%;
  • Celso Russomanno (Republicanos): de 25%, em 15/10, para 12%;
  • Márcio França (PSB): de 7%, em 15/10, para 10%;
  • Jilmar Tatto (PT): de 4%, em 15/10, para 6%;
  • Arthur do Val (Patriota): 2%, em 15/10, para 5%;
  • Joice Hasselmann (PSL): de 1%, em 15/10, para 2%;
  • Andrea Matarazzo (PSD): ficou em 1%;
  • Levy Fidelix (PRTB): ficou em 1%;
  • Orlando Silva (PCdoB): ficou em 1%;
  • Brancos e nulos: de 17%, em 15/10, para 11%;
  • Não sabem ou não responderam: 7% para 5%;
  • Antonio Carlos Silva (PCO), Marina Helou (Rede) e Vera Lucia (PSTU) sempre obtiveram menos 1% cada;
  • Filipe Sabará (NOVO): [desistiu da candidatura].

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.