Document
PATROCINADORES

Governo brasileiro condena confrontos na fronteira da Venezuela

O governo brasileiro divulgou uma nota neste domingo (24) em que condena “os atos de violência perpetrados pelo regime ilegítimo do ditador Nicolás Maduro”. Por meio do Itamaraty, o governo Bolsonaro chamou o ditador Maduro de “criminoso” e fez um apelo à comunidade internacional para concentrar esforços pela “libertação da Venezuela”. A declaração veio após este sábado (23) ser marcado por intensos confrontos na fronteira entre a Venezuela e a Colômbia, que resultaram na morte de ao menos mais três pessoas.

Por que é importante

O apelo do governo brasileiro foi sobretudo aos países que ainda não declararam apoio a Juan Guaidó, presidente interino da Venezuela

Quem ganha

Nicolás Maduro conta com apoio das forças armadas e de uma minoria de venezuelanos

Quem perde

Os venezuelanos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.