Document
PATROCINADORES

Ex-secretário preso usou mãe e filhos para lavar dinheiro, diz MPF

O ex-secretário de Obras do Rio de Janeiro Alexandre Pinto foi denunciado nesta terça-feira (23) pelo MPF por crime de lavagem de dinheiro. Ele teria realizado transações – em nome da mãe e dos filhos – para ocultar e dissimular a origem de patrimônio recebido ilicitamente da Carioca Engenharia, OAS e Andrade Gutierrez, empreiteiras contratadas para as obras da Transcarioca e recuperação ambiental da Bacia de Jacarepaguá, no Rio. O montante chegaria a R$ 6 milhões.

Por que é importante

Alexandre Pinto foi secretário municipal durante toda a gestão Eduardo Paes. Ele, o ex-subsecretário Vagner de Castro Pereira e o doleiro Juan Bertran foram presos nesta manhã pela PF no âmbito da Operação Mãos à Obra

Quem ganha

A Lava Jato no Rio de Janeiro. A operação avança na apuração de esquemas de corrupção em grandes obras da cidade, inclusive relacionadas aos Jogos Olímpicos de 2016

Quem perde

Eduardo Paes. Crimes descobertos no seu mandato podem minar suas pretensões eleitorais

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.