PATROCINADORES

Ex-presidente paraguaio é alvo da Lava-Jato

Em desdobramento da operação Lava-Jato, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, expediu nesta terça-feira (19) mandado de prisão preventiva do ex-presidente paraguaio Horacio Cartes, que esteve no comando do país vizinho de agosto de 2013 a agosto de 2018. Cartes é suspeito de ter ocultado seu patrimônio por meio do doleiro Dario Messer e de ter colaborado com sua fuga do Brasil. Messer, preso em julho deste ano após 14 meses foragido, é apontado pela Polícia Federal como o maior doleiro do país, investigado desde os anos 1980 por envolvimento em diversos escândalos e mantinha relação de proximidade com Cartes. Os dois são acusados de lavagem de dinheiro, entre outros crimes. De acordo com a investigação, cerca de US$ 20 milhões foram ocultados, sendo grande parte deles (mais de US$ 17 milhões) em um banco nas Bahamas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.