Document
PATROCINADORES

EUA vão permitir a entrada de brasileiros vacinados a partir de novembro

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (20) que a partir de novembro, o país retirará todas as restrições a viagens internacionais para estrangeiros totalmente vacinados contra covid-19. A medida vale para todos os países, inclusive o Brasil, e substitui o sistema atual, que restringe o embarque de estrangeiros de determinados países e impõe outras restrições, como o isolamento obrigatório. A Casa Branca afirmou que o decreto entrará em vigor “a partir do início de novembro”, mas não especificou uma data.

Segundo o comunicado, os estrangeiros que viajarem aos EUA deverão estar totalmente imunizados e apresentar o comprovante de vacinação antes de embarcar. Além disso, o país manterá a exigência de que o passageiro apresente um teste negativo de covid-19 feito até 3 dias antes do embarque.

Ainda não se sabe quais vacinas serão aceitas. Nas regras atuais, está totalmente vacinado contra a covid-19 quem tomou as vacinas aprovadas para uso emergencial nos Estados Unidos, que são as da Pfizer, Moderna e Janssen, da Johnson & Johnson. Em relação às viagens internacionais, o CDC informa que a orientação também pode ser aplicada a doses que foram listadas para uso emergencial pela OMS, como a Oxford/AstraZeneca. No entanto, não há menção sobre a Coronavac ou a mistura entre as vacinas AstraZeneca e Pfizer.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.