Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Episódio envolvendo Alvim preocupou área econômica

Episódio envolvendo Alvim preocupou área econômica

Antes de demitir Roberto Alvim da Secretaria Especial da Cultura, em função de um pronunciamento com referências nazistas, o presidente Jair Bolsonaro ouviu diversos aliados e integrantes do governo. Segundo a coluna da Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, o presidente recebeu uma ligação do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, expressando incômodo com o discurso de Alvim e defendendo a exoneração dele. Às vésperas da abertura do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, o agravamento da situação e o risco de uma repercussão internacional ampla também preocuparam a área econômica do governo. De acordo com o colunista Josias de Souza, do UOL, a equipe do ministro Paulo Guedes indicou que a possibilidade de manter o secretário no cargo poderia contaminar a agenda brasileira no evento. O receio era que as medidas econômicas que estão sendo implantadas no país ficassem em segundo plano, perdendo protagonismo para os questionamentos sobre o episódio.

Envie seu comentário

dezessete − 6 =