Document
PATROCINADORES

Mais de 60% querem o fim da estabilidade do funcionalismo

O mais recente levantamento entre os leitores de MONEY REPORT aponta que 63% dos participantes acreditam que os servidores públicos devam perder a estabilidade no emprego com a reforma administrativa. Entregue ao Congresso em 3 de setembro, a proposta do governo acaba com a estabilidade para os novos servidores, mas mantém todos os direitos para os atuais, além de estabelecer cinco tipos de contratações.

A proposta pretende acabar com:

  • Licença-prêmio (folga de três meses concedida depois de cinco anos de trabalho);
  • Aumentos retroativos;
  • Férias superiores a 30 dias por ano;
  • Adicional por tempo de serviço;
  • Aposentadoria compulsória como punição;
  • Parcelas indenizatórias sem previsão legal;
  • Adicional ou indenização por substituição não efetiva;
  • Redução de jornada sem redução de remuneração, exceto se for por condição de saúde;
  • Incorporação ao salário de valores referentes ao exercício de cargos e funções.

A consulta foi realizada entre sexta-feira (4) e sexta-feira (11). Seu resultado não possui valor científico.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.