Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Empresário relata pagamento de propina na sede do PT

Empresário relata pagamento de propina na sede do PT

O empresário Mario Seabra Suarez, da Mendes Pinto Engenharia, disse ao Ministério Públio Federal ter feito o pagamento de pelo menos R$ 2 milhões ao ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto para a campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o delator afirmou que o dinheiro fazia parte da propina acertada em troca do favorecimento da empresa para gerenciar a construção da Torre Pituba, sede da Petrobras em Salvador (BA). A entrega de parte do valor teria sido realizada na sede do partido em São Paulo. Além do comitê nacional do PT, o empresário relatou pagamentos a operadores da Petrobras e do Petros (fundo de pensão da estatal) e também para o PT baiano, por meio do operador financeiro Carlos Daltro, ligado ao senador Jaques Wagner (PT-BA). Suarez fechou acordo de delação premiada no âmbito da ação penal da Operação Lava-Jato que apura a obra da sede da petroleira na capital baiana. O depoimento dele foi tomado em setembro de 2019. O PT classificou a denúncia como “fantasiosa, sem sentido e sem provas.”

Envie seu comentário

18 − 9 =