PATROCINADORES

Em sessão histórica, Senado aprova decreto de calamidade pública

O Senado aprovou nesta sexta-feira (20), de forma unânime, o projeto encaminhado pelo governo federal que reconhece o estado de calamidade pública no Brasil. A proposta permite que o Executivo gaste mais do que o previsto e desobedeça às metas fiscais estabelecidas para 2020 para custear ações de combate à pandemia de coronavírus. A medida cria ainda uma comissão mista, formada por seis deputados e seis senadores, que poderá acompanhar mensalmente a execução dos gastos e que, a cada dois meses, terá uma prestação de contas feita pelo ministro Paulo Guedes (Economia). Pela primeira vez na história do Parlamento, a votação ocorreu de forma remota, sem a presença dos senadores no plenário. Dos 81 senadores, 75 participaram da sessão virtual. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi uma das ausências, por estar infectado.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.