PATROCINADORES

Em pronunciamento, Bolsonaro desestimula ida a atos no domingo

O presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento em cadeia nacional na noite de quinta-feira (12) para falar sobre o cenário no país diante do avanço do surto do novo coronavírus. Ao tratar das manifestações pró-governo programadas para domingo (15), Bolsonaro pediu que a população repense ao ida aos atos em razão do risco de proliferação da doença. “Os movimentos espontâneos e legítimos, marcados para o dia 15 de março, atendem aos interesses da nação. Balizados pela lei e pela ordem, demonstram o amadurecimento da nossa democracia presidencialista e são expressões evidentes de nossa liberdade. Precisam, no entanto, diante dos fatos recentes, ser repensados. Nossa saúde e a de nossos familiares devem ser preservadas”, afirmou. O presidente indicou que há uma expectativa de crescimento do número de casos nos próximos dias, mas que não existe motivo para pânico. “Há uma preocupação maior, por motivos óbvios, com os idosos. Há também, recomendação das autoridades sanitárias para que evitemos grandes concentrações populares. Queremos um povo atuante e zeloso com a coisa pública, mas jamais podemos colocar em risco a saúde da nossa gente”, completou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.