Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Eleição no Senado também será secreta, decide Toffoli

Eleição no Senado também será secreta, decide Toffoli

O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, derrubou a liminar concedida anteriormente pelo ministro Marco Aurélio Mello e determinou que a votação para a eleição da nova Mesa Diretora do Senado seja secreta. Toffoli aceitou o recurso protocolado pelo Solidariedade e MDB, além da advocacia da Casa. Ao reverter a decisão de Marco Aurélio, o presidente do STF entendeu que a regra prevista no regimento interno do Senado, que garante o segredo da votação, deve prevalecer. Horas antes, Toffoli já havia decidido que a eleição na Câmara também não terá votação aberta.

Por que é importante
Como o STF segue em recesso até 7 de fevereiro, não haverá tempo hábil para que as questões sejam discutidas no plenário. Assim, prevalecerá as decisões de Toffoli pelo voto secreto
Quem ganha
O senador Renan Calheiros (MDB-AL), que conta com o voto secreto para ser eleito pela quinta vez presidente da Casa
Quem perde
A transparência. O eleitor ficará sem saber como votou cada senador

Envie seu comentário

8 + treze =