PATROCINADORES

Doria vê atos marcados para domingo como “inoportunos”

Na opinião do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), as manifestações marcadas para o próximo domingo (26) em defesa do governo Bolsonaro são “inoportunas” para o país. Em entrevista ao Estadão, o tucano afirmou que o acirramento dos ânimos não faz bem ao Brasil, que precisa de paz e foco na pauta econômica.

“Minha posição é contrária à realização dessas manifestações. Respeito quem for aos atos, sobretudo se forem pacíficos, porque se trata de um direito de todos”, disse.

“Mas, como governador de São Paulo, entendo que não é hora de propor o acirramento dos ânimos e, sim, de pregar a responsabilidade com o País e a união de esforços para que possamos superar a grave crise econômica do Brasil.”

Por que é importante

As manifestações convocadas para o próximo fim de semana racharam a direita. Boa parte do campo simpático ao bolsonarismo é contra os atos

Quem ganha

A ala moderada do governo, que trabalha em prol da pacificação

Quem perde

Setores mais radicais do PSL, que defendem as manifestações

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + dezesseis =

Pergunte para a

Mônica.