PATROCINADORES

DF entra em lockdown total no domingo

O governador do Distrito Federal (DF), Ibaneis Rocha, assinou no início da noite desta sexta-feira (26) um decreto de lockdown total, de 24 horas por dia, por causa da elevada taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva (UTIs) na capital do país, em decorrência da covid-19. As restrições valem por tempo indeterminado, mas “poderão ser reavaliadas a qualquer momento”, afirma o governo do DF.

A medida rigorosa entra em vigor a partir da 0h01 deste domingo (28). Mais cedo, uma edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal já trazia um decreto do governador determinando o fechamento das atividades não essenciais das 20h às 5h, com início apenas na segunda-feira, 1º de março. A medida havia sido anunciada pelo próprio Ibaneis, na quinta-feira (25). Porém, com o agravamento da pandemia e o risco de colapso no sistema de saúde, ele decidiu ampliar as restrições. 

O que está proibido de funcionar:

  • Eventos de qualquer natureza;
  • Cinemas e teatros;
  • Escolas, universidades e faculdades públicas e privadas;
  • Academias de esporte;
  • Museus, zoológico, parques ecológicos, recreativos e urbanos;
  • Boates e casas noturnas;
  • Atendimento ao público em shoppings centers (com exceção de delivery e laboratórios);
  • Feiras populares;
  • Clubes recreativos;
  • Estabelecimentos comerciais de qualquer natureza, inclusive bares e restaurantes;
  • Salões de beleza, barbearias e centros estéticos;
  • Quiosques, foodtrucks e trailers de venda de refeições;
  • Oficinas mecânicas;
  • Comércio ambulante em geral;
  • Construção civil.

O que pode abrir:

  • Supermercados e mercearias;
  • Postos de combustíveis;
  • Farmácias e drogarias;
  • Clínicas médicas, odontológicas, laboratórios e clínicas veterinárias;
  • Igrejas e templos religiosos;
  • Lojas de conveniência e funerárias;
  • Fornecimento de energia, água e esgoto, telefonia e coleta de lixo;
  • Operações de delivery, drive-thru e take-out, sem abertura do estabelecimento para atendimento ao público em suas dependências.

Os estabelecimentos autorizados não poderão vender bebidas alcoólicas após as 20h. Também fica proibida a colocação de mesas e consumo de produtos nos locais.


Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =

Pergunte para a

Mônica.