Document
PATROCINADORES

Despesa com funcionalismo cresce o dobro da inflação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem reafirmado em entrevistas recentes a importância da reforma administrativa. Bastar observar os números oficiais do funcionalismo para entender o tamanho do problema. Segundo um levantamento feito pelo site Poder 360, os gastos públicos com o pagamento do funcionalismo federal cresceram mais do que o dobro da inflação desde a promulgação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em 2000. Do início de 2001 até o fim de 2018, a despesa com salários de funcionários públicos federais cresceu 447%, enquanto a o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) variou 203%. No mesmo período, o número de funcionários públicos federais na ativa avançou 27%, passando de 494,8 mil para 630,7 mil.

Por que é importante

É consenso entre técnicos da equipe econômica que uma ampla reforma administrativa é vital para equilibrar as contas do governo. Enquanto as aposentadorias e pensões somam 43% do orçamento federal, o funcionalismo federal custa 22%

Quem ganha

Se a reforma sair, as contas públicas. Para reduzir custos, o ministério da Economia já trabalha no corte de cargos e no aumento da digitalização dos processos

Quem perde

O funcionalismo pesado sufoca a economia brasileira. Em 2019, o governo federal prevê gastar R$ 325 bilhões com a máquina pública

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.