Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Deputado preso diz ser “bode expiatório” para decisão contra Lula

Deputado preso diz ser “bode expiatório” para decisão contra Lula

O deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (8) ao desembarcar no aeroporto de Guarulho (SP). Ele estava nos Estados Unidos e havia modificado sua passagem de volta, alterando o destino final do Brasil para o Paraguai, mas não conseguiu ingressar em Assunção porque estava com seu nome inscrito no banco de dados da Interpol. Na última terça-feira (6), a 1ª Turma do STF determinou a execução imediata da pena imposta ao parlamentar após ele ser condenado na segunda instância. Em entrevista ao jornal O Globo, antes de ser detido, Rodrigues disse que a decisão do tribunal teve um motivo. “Estão me usando de bode expiatório para prender o Lula”, afirmou o deputado. João Rodrigues
será levado para Brasília.

Por que é importante
João Rodrigues foi condenado na segunda instância a cinco anos e três meses de prisão – em regime inicial semiaberto – por dispensa irregular de licitação, quando ocupou o cargo de prefeito de Pinhalzinho (SC)
Quem ganha
O combate à impunidade
Quem perde
A decisão abre caminho para a prisão de outros condenados na segunda instância

Envie seu comentário