Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Delegados vão ao STF contra interferências em investigações

Delegados vão ao STF contra interferências em investigações

Delegados que atuam em inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF) afirmaram, nesta quinta-feira (15), que irão recorrer ao STF para barrar interferências nas investigações. A ação foi tomada após a polêmica entrevista do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia (leia matéria aqui). A manifestação foi encaminhada ao diretor de Investigação e Combate ao Crime Organizado, Eugênio Ricas, que entregou o documento a Segovia.

Por que é importante
"A Polícia Federal goza de enorme credibilidade junto à sociedade brasileira em razão da imparcialidade e qualidade técnica das investigações. É nossa missão precípua continuarmos trabalhando de forma incansável, isenta, imparcial e abnegada, para que a verdade real sempre prevaleça em todas as nossas investigações", disse Ricas, ao receber a manifestação
Quem ganha
A Polícia Federal, que fica blindada contra ingerência política nas investigações
Quem perde
Fernando Segovia. O ministro do STF, Luís Barroso, determinou que ele preste esclarecimentos sobre o caso

Envie seu comentário