Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Dallagnol prometeu apoio incondicional a Moro em conversa

Dallagnol prometeu apoio incondicional a Moro em conversa

Mensagens reveladas neste domingo (23) pelo jornal Folha de S. Paulo e o site The Intercept mostram que o procurador Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Operação Lava-Jato, teria agido para proteger o então juiz Sergio Moro (atual ministro da Justiça e Segurança Pública). O objetivo de Deltan seria amenizar as tensões entre Moro e o STF e evitar a paralisação de investigações relacionadas às delações da Odebrecht.

Segundo a Folha e o Intercept, a articulação teve início quando a Polícia Federal apreendeu na casa de um executivo da empreiteira papeis envolvendo dezenas de políticos. A preocupação de Moro era que a exposição indevida dos nomes de parlamentares com foro privilegiado poderia gerar atritos com o Supremo. Moro havia acabado de ser repreendido pelo ministro Teori Zavascki pela divulgação de escutas telefônicas envolvendo o ex-presidente Lula (PT). Teori, morto em acidente aéreo em 2017, era relator da Lava-Jato na Corte.

Em conversa com o procurador Deltan Dallagnol, em março de 2016, Moro falou em “tremenda bola nas costas da PF” e reforçou que a divulgação dos nomes dos políticos iria “parecer afronta” com o STF. Em resposta, Dallagnol prometeu apoio incondicional a Moro. “Saiba não só que a imensa maioria da sociedade está com você, mas que nós (Lava-Jato) faremos tudo o que for necessário para defender você de injustas acusações”, escreveu.

Depois da reclamação de Moro, Deltan procurou o delegado Márcio Anselmo, da PF. O procurador relatou que o juiz estava “chateado” com a situação e pediu ajuda a Anselmo para esclarecer os fatos. “Não se trata de procurar culpados ou julgar erros, mas de pensarmos como agir para não acontecer nada nos próximos momentos que possa complicar mais a situação que está delicada. O receio é que isso seja usado pelo STF contra a operação e contra o Moro”, apontou Deltan.

Envie seu comentário

2 × um =