Document
PATROCINADORES

Cúpula da Câmara barra a aproximação de Guedes com a oposição

Na tentativa de costurar um acordo com a oposição para a proposta de reforma do Imposto de Renda (IR), o ministro da Economia, Paulo Guedes (à esquerda), havia marcado uma reunião com o líder do bloco na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ). O objetivo era tentar diminuir a rejeição à proposta em tramitação na Câmara. Guedes desejaria diálogo, principalmente em torno da cobrança sobre os dividendos das empresas, ponto de concordância entre ele e a turma menos liberal. Porém, a reunião foi desmarcada por pressões políticas.

A iniciativa do ministro causou desagrado entre os líderes do Centrão. Nos bastidores, presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) (à direita), teria ficado insatisfeito com a relação direta entre Guedes e a oposição, sem que as negociações passassem pelo relator escolhido por ele, Celso Sabino (PSDB-PA). Molon criticou o cancelamento. “Somos a oposição que dialoga e propõe soluções para tirar o país da crise e para gerar emprego e renda. Infelizmente, o governo não está autorizado por sua base a fazer o mesmo”, afirmou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.